Praticamente toda equipe em uma empresa possui uma hierarquia, uma relação entre as pessoas que determina quem tem mais ou menos credibilidade. Quem está no topo dessa cadeia geralmente é conhecido como “líder”, aquele que é responsável pela gestão, orienta o restante do time e foca no plano geral ao invés das pequenas tarefas.

Mas, ser um líder não se resume a isso. São muitas responsabilidades que envolvem várias competências sociais, inclusive levando algumas pessoas a evitar esta função dentro da equipe. Contudo, sabe-se que uma boa liderança faz todos trabalharem melhor, de forma mais engajada e unida.

Você acha que a liderança é dispensável para a sua equipe? Então acompanhe esta lista e saberá 4 motivos de como ter um líder no time pode alavancar ainda mais os negócios!

1. O exemplo é melhor que a teoria

A ciência já comprovou que maus hábitos passam dos pais para os filhos. No mundo empresarial, más ações passam do gestor ao liderado. Se aquele que coordena as ações não demonstra comprometimento com a equipe, é pouco provável que aqueles abaixo na hierarquia se saiam muito melhor. Para ser um líder, é importante ser transparente, cumprir promessas e prazos, demonstrar compromisso com a equipe entre outras coisas.

Se você gostaria que seus colegas tivessem atitudes mais positivas com relação ao trabalho, o ideal é ser positivo e transmitir esse exemplo sem imposição. Não é necessário cobrar nada. Apenas chegue na hora certa, lembre-os de que você precisa de alguma tarefa feita em prazo adequado e forneça o feedback necessário.

2. Equipes sem um líder têm grandes chances de se perderem

Quando um funcionário está confuso, quem ele vai procurar? Seu gestor. Ser um líder também envolve ser a referência do grupo. Um gestor de equipe trabalha para transmitir informações entre os diferentes setores da equipe, mas um bom líder usa esses dados para manter a equipe norteada.

Caso alguém chegue com várias ideias que não acrescentarão muito ao projeto final, o líder pode e deve trazê-lo de volta ao chão. Em outro caso, a equipe inteira pode começar a trabalhar sem uma noção concreta do que pretendem concluir, o que leva a dias, semanas ou meses de trabalho perdido.

Mas, se você puder ser a central de informações, então todos saberão o que fazer e quando, poupando esforço e recursos.

3. Um bom líder leva todos a fazer a coisa certa

Em 1963, Stanley Milgram fez um Experimento sobre a Obediência dos soldados nazistas na segunda guerra, que afirmavam estar “apenas seguindo ordens”. O experimento comprovou que mesmo pessoas boas podem cometer atos hediondos se estiverem a mando de uma figura de autoridade.

Existe também o outro lado desta conclusão: se um líder pode obrigar seus subordinados a fazer algo ruim contra a própria índole, ele também pode levá-los a ter atitudes produtivas que vão contra seus maus hábitos.

Ao ser um líder assim, você já aumenta a produtividade de seus colegas. Lembre-se do item 1: o exemplo é mais importante do que a ordem. Então, combine os dois e todos vão confiar nas suas orientações.

4. O esforço para ser um líder leva a recompensas

Claro que existe a parte boa em ser líder. Um bom gestor tende a receber promoções, aumentos, propostas de sociedade entre outros privilégios reservados aos melhores funcionários. Claro que, como tal, você não pode se esquecer de indicar seus colegas para as mesmas recompensas nem abandoná-los no meio de um trabalho. Porém, nada impede que você aproveite os frutos do seu trabalho com sua família e amigos de vez em quando.

Está convencido de que vale a pena assumir responsabilidades para ser um líder? Nosso conteúdo ajudou a esclarecer suas dúvidas? Então, compartilhe-o em suas redes sociais e mostre aos seus amigos que eles também podem ser líderes de suas equipes!